Crepúsculo

Hoje, já no topo da velhice,
Lembrando lapsos da mocidade,
Arrependo de coisas que não disse
E de dizê-las sinto vontade,

Lembro-me ainda e com que sandice
E ao lembrá-las sinto até saudade,
Arrependo-me, mas que tolice
Dizê-las agora só por vaidade...

Por sensatez, talvez escrúpulo,
No coração ficarão guardadas,
Nunca, jamais serão reveladas.

Que adiantaria já no crepúsculo,
Revolver então as águas passadas;
Que fiquem sob cinzas apagadas!...

Hilda Persiani

Deixe seu Recadinho Receba Nossas Atualizações Entre em Contato Envie esta Mensagem
Volta Home

 

análise web site

Desde 21/12/2001
vc é o visitante número

Tutorial by Denise Worisch
Tube: Guismo
Mask: Nikita

Formatado e Editado por
Silvia Leme Lapa
Proprietária deste site
Todos os direitos reservados©