O sol

Sois como o orvalho
Em que cintilam estrelas,
Que do infinito se reflete em voz.
As flores beijam assim, lhe da a vida.

Gotas de orvalho,
Jóia querida.
Sois ofuscantes,
Ao raiar do sol.

Sois como a lua que do céu prateia,
O orvalho intenso,
Deste prado em flor.
E surge bela, ensangüenta aurora,
No azul dourado do nosso arrebol.

Sois como a aurora,
Rubra que se espelha,
No orvalho e lagos,
Que cintila.

Em borbulhantes fontes.
Sois-vos o sol,
Ao despontar ardente,
Num beijo quente,
Ele vos doura a fonte.

Laura L. Leme.

Deixe seu Recadinho Receba Nossas Atualizações Entre em Contato Envie esta Mensagem

 

 

Pesquisa personalizada

 
análise web site

 

Volta Home

 

 

 

Desde 21/12/2001
vc é o visitante número

Créditos

As imagens utilizadas neste site que não menciono a
autoria são retiradas da net ou de grupo de trocas
sem informações de restrições ao uso.
Caso a publicação seja proibida, por favor entrar
em contato.  CLIQUE AQUI

Copyright ©  Formatado e Editado por
Silvia Leme Lapa
Proprietária deste site.
Todos os direitos reservados.

 

 

 
contador, formmail cgi, recursos de e-mail gratis para web site

 
contador de visistas gratis